quinta-feira, 20 de agosto de 2009

EM ESPÍRITO E EM VERDADE


“Mas virá o tempo, e, de fato, já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai
em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.” (João 4:23,24)

Em “espírito” e em “verdade”. Essas palavras ressoam constantemente nos locais de nossos cultos comunitários, composições, eventos chamados gospel e todo tipo de mídia. No entanto, cabe a criteriosa análise de um discípulo de Cristo na aplicação de tais palavras em cada um desses contextos.
Para os samaritanos havia um grande dilema no que se referia ao local da adoração. No texto citado, Jesus deixou claro que não importava o lugar em que se adorasse o Deus Eterno (no templo, no campo, em casa, na prisão, etc) importava sim, como ela era entendida, como essa adoração era gerada e qual a sua natureza. Em nosso contexto podemos perguntar: Será fruto do mais íntimo do ser? Será resultado do vasculhar sincero do recipiente mais oculto e enganoso que temos (coração)?
Queridos, a adoração só pode ser expressa com o espírito, porque a natureza de Deus é essa. Deus é Espírito. No entanto, uma segunda palavra se destaca no texto: “Verdade”. João em seu evangelho nos revela o meio necessário para que essa expressão de adoração chegue ao trono do Pai, a “Verdade”. “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.”(João 14:6) Nossa adoração, nosso culto deve ter em Jesus o seu centro. Ele garante ser o único mediador e digno de conduzir nosso louvor e gratidão ao Pai. Caminhar como discípulo de Jesus Cristo, implica em muito mais do que falar a verdade, afinal, não seria tão difícil esse conceito moral ser desenvolvido por pessoas que não optaram por serem discípulos de Jesus. Viver em verdade, consiste em permanecer ligado aos conceitos e valores pregados por Jesus, vividos por Ele, como indispensáveis ao adorador.

“Eu neles, e tu em mim, para que eles sejam perfeitos em unidade, e para que o mundo conheça que tu me enviaste a mim, e que os tens amado a eles como me tens amado a mim.”(João 17:23)
Estar em Jesus, permitir que Ele seja o centro de nossa vida, a motivação para prestarmos culto, a convicção que podemos ter uma vida que prioriza e decide pelo que O Espírito Santo propõe, é a proposta. Adorar em “Espírito” e “Verdade” é o desafio e a resposta.
Pr Joésio Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário