segunda-feira, 17 de agosto de 2009

TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE ! OH GLÓRIA !

Impressionante como vez por outra, estamos irrompendo com frases como esta. Frases que refletem um estado de alegria transbordante, uma ousadia que contagia uma convicção plena de que Jeová nos dará a vitória. Uaal! Será mesmo?
Será mesmo frase de louvor? Ou condicionada? Assim como uma música, que de tanto ouvir, acabo por aprender e repetir até sem querer! Será mesmo reflexo de alegria transbordante no Senhor? Afinal, se o é, isso poderá ser percebido, quando acordar na segunda-feira para ir ao trabalho... Durante o expediente... No retorno pra casa... Etc.
Será que é realmente ousadia? Se for, é daquelas que assume publicamente que é de Jesus, que defende princípios, conceitos e valores que Ele ensinou e defendeu com a própria vida? Ou é daquele tipo de ousadia que os próprios discípulos demonstraram quando perceberam que Jesus havia morrido mesmo, e o sonho de um mundo novo parecia ter terminado? (MT 28:16, 17- LC 24:9-11-LC 24:20-25-Jo 20:19
Será mesmo que cremos que Jesus nos dará a vitória? Ou essa certeza é daquelas que na primeira dificuldade nas finanças, na experiência com a surpresa do desemprego ou, ainda, na dura realidade de uma enfermidade, só produz em nossos lábios, palavras que contradizem aquela frase título?
Queridos, devemos crer na alegria que Jesus promove no coração dos que O querem e se dispõem a servi-lo. Na ousadia sadia de um discípulo Dele, também na vitória que Ele já conquistou na cruz e concede para cada um dos Seus. Mas, cabe-nos também, perceber a fé infantil que muitos de nós temos experimentado (1Co 3:2 / Hb 5:12). Será que a frase de louvor que manifestamos tem a motivação certa? De ainda que não estejamos vendo o alimento à mesa (Hb 3:17-19) preferimos continuar confiando, exultando e alegrando-nos no Senhor? Ou a declaramos para tornar nossa espiritualidade uma característica digna ser notada (Lc 18:11) e copiada? Será que temos o entendimento para perceber Deus agindo em nossa vida e na vida dos nossos (família, igreja, amigos) aproveitando todos os momentos difíceis (2Co 12:8,9) para torná-los experiências de humildade, intimidade e dependência exclusiva da Graça Dele?
Somos testemunhas da ousadia e alegria que é característica de pessoas que foram alcançadas pela graça imensurável de Deus em Jesus, e que são impulsionadas a proclamar esse maravilhoso amor diariamente com frases de louvor, quer nas reuniões comunitárias, em seus momentos devocionais ou de joelhos no assoalho molhado pelas lágrimas de um coração entristecido (2Co 4:7-9). Mas, é perceptível também, a dificuldade de alguns de nós para entender o significado e o sentido das palavras “MOTIVAÇÃO” e “ENTENDIMENTO” na vida cristã. Que Deus nos dê, a cada dia, sabedoria para louvá-lo e engrandecê-lo de uma forma sincera, espontânea e consciente, demonstrando uma fé madura e uma adoração agradável a Ele. Amém! (Ef 1:17, 18).

Pr. Joésio Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário